TIPOS DE SOPRO DO RAPÉ E A FORÇA


Antes de tudo, passar ( soprar ) rapé requer uma atitude interior de oração, concentração e intenção. Nem sempre a pessoa está energeticamente afinada para aplicar rapé em outro indivíduo, e da nossa parte também não devemos aceitar o sopro de qualquer um.
O rapé é uma medicina sagrada, e como tal carrega as intenções e rezos daquele que o preparou e daquele que o aplica. Todos os processos de uma cerimônia xamânica, desde acender um cachimbo ou uma fogueira, servir um alimento, tocar um instrumento e passar rapé, todos estes atos devem ser acompanhados de profunda conexão com o sagrado. Quando alguém lhe sopra rapé, passa todas as suas influências energéticas diretamente para o campo aúrico daquele que o recebe.
É bem diferente fazermos uma auto-aplicação usando o kuripe ( aplicador pessoal ), que é muito mais suave, do que soprar rapé em um tipi ( aplicador grande ) diretamente nas narinas de outro irmão.
Dentre os principais tipos de sopro, temos, por exemplo:

SOPRO DA JIBÓIA: um dos mais comuns e utilizados, tem forte energia de limpeza trazendo a força da floresta. Começa suave e vai ficando forte, em um único golpe de ar, onde ao final do sopro se trava a passagem de ar com a língua no tipi, fazendo um som sibilante.
SOPRO DA ONÇA: forte, direto e curto, emite um som grave com a língua no tipi. Desperta a força ancestral e o foco para para a cerimônia.
SOPRO DA TARTARUGA: comprido e lento do começo ao fim, o ar é soprado de forma lenta e constante. Os efeitos do rapé têm duração longa e ajuda a trabalhar a paciência e os traumas físicos
SOPRO DOS SONHOS: o inverso do sopro da Jibóia, começa com o ar forte e vai decaindo devagar. Além de induzir bons sonhos, aumenta os efeitos das visões.
Lembrando que o rapé é uma medicina séria e só deve ser aplicado em outra pessoa quando o condutor da cerimônia fez toda a preparação para tal, assim esse sagrado remédio irá agir de forma muito mais eficiente, afinando a trinca corpo - mente - espírito!
Haux, Haux !!
Equipe Dreamkeepers 


Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.