O que faz uma terapeuta tântrica?

O que faz uma terapeuta tântrica?
Uma série de interrogações surgem na cabeça do leigo que, quando não se informa, imagina respostas tenebrosas! Esse artigo busca esclarecer um pouco alguns pontos e desmistificar a imagem do Tantra e a figura do seu terapeuta.
E, para começar, deixo claro o que um terapeuta tântrico não faz: sexo. Se você comparecer a uma sessão de terapia tântrica esperando por isso, sairá muito frustrado. Da mesma forma, se receber esse tipo de abordagem da pessoa que o atender, saiba que você não esteve diante de um profissional sério (sequer diante de um profissional).
O papel do terapeuta tântrico deve ser o de desprogramar conceitos, de quebrar paradigmas e limpar seu corpo dos condicionamentos que ele tenha a respeito dos estímulos que recebe.
O terapeuta tântrico vai trabalhar com a sua sexualidade, não com sexo.

A massagem tântrica tem propósito de trazer novas sensações e ressignificar o prazer sentido pelo corpo.
Em uma primeira etapa, a massagem tântrica busca espalhar a sensação orgástica por todo o organismo, encadeando nesse processo agrupamentos musculares nunca antes utilizados no orgasmo.
Sim, é possível sentir o orgasmo – essa reação bioelétrica – em músculos do corpo todo, não apenas nos genitais.
Esse encadeamento ajuda a intensificar, prolongar e expandir o efeito terapêutico do orgasmo.
A partir daí a massagem pode ser usada para tonificar e fortalecer os músculos genitais, possibilitando-os sustentar níveis maiores de bioenergia. Um dos principais motivos das relações durarem tão pouco, ou gerarem orgasmos sem intensidade são os músculos sexuais hipotônicos.
Esse desenvolvimento tem se mostrado muito útil no tratamento de várias disfunções sexuais, tanto masculinas como femininas– anorgasmia, problemas de ereção, ejaculação precoce, dispareunia, entre outros.
Não apenas isso, a prática dessa terapêutica – por mexer com a bioquímica do cérebro, produção hormonal e outros aspectos da sensibilidade – pode levar a pessoa a outros estados de consciência, ou seja, apresenta caráter meditativo.
Texto (site Acidez Feminina)


Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.